Olá, seja bem-vindo ao Grupo Bansemer
Onde Estamos
Av. Maria Teresa, nr. 75 - Sl. 507
CEP: 23.050-160, Campo Grande, Rio de Janeiro/RJ
Atendimento
Seg. à Sex: 08:30h às 17:00h
Almoço: das 12:00h às 13:00h
Fale Conosco
(21) 2416-4242
SAC
(21) 96816-8217
sacgrupobansemer@gmail.com
CRECI/RJ nº 0008147/O
CRA/RJ nº 90-09958
ABADI n° E0999

Terremoto de magnitude 6,2 atinge a cidade de Pangai, em Tonga

Capital do país sofre forte tremor. Um terremoto de magnitude 6,2 foi registrado a cerca de 219 quilômetros da cidade de Pangai, em Tonga, nesta quinta-feira (27), segundo informações do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). Segundo o órgão, o terremoto ocorreu a uma profundidade de 14,5 km. Reportagem em atualização.

Alemanha bate novo recorde diário de casos de Covid-19


País ultrapassa pela primeira vez a marca de mais de 200 mil infecções pela doença em apenas 24 horas. Berlin, na Alemanha, foi palco de protesto contra a vacinação obrigatória nesta quarta-feira (26) Christian Mang/Reuters A Alemanha bateu um novo recorde de diário de casos de Covid-19 nesta quinta-feira (27), ultrapassando a marca de 200 mil infecções pela primeira vez desde o início da pandemia. Segundo o Instituto Robert Koch para doenças infecciosas, o país registrou 203.136 testes positivos nas últimas 24 horas, quase 70 mil casos a mais do que o mesmo dia da última semana. Nesta quarta-feira (26), o país já havia batido o recorde de casos, com pouco mais de 164 mil testes positivos em apenas um dia. O país germânico também registrou mais 188 mortes nesta quinta-feira e e já soma 117.314 óbitos pelo novo coronavírus. Parlamentares alemães debateram nesta quarta-feira (26) se deveriam impor a vacinação obrigatória contra a Covid-19. Do lado de fora do prédio do parlamento, manifestantes protestavam contra a medida (foto acima). Parlamentares da Alemanha discutem no Parlamento do país sobre a obrigatoriedade da vacina contra Covid-19 no país Michele Tantussi/Reuters Cerca de 75% da população alemã recebeu pelo menos uma dose de vacina - menos do que em outros países da Europa Ocidental, como França, Itália ou Espanha, onde os números estão todos acima de 80% da população imunizada. O chanceler Olaf Scholz apoia a vacinação obrigatória para maiores de 18 anos, mas seu governo de coalizão está dividido sobre o assunto. VÍDEOS: notícias internacionais

Trio é preso após tentar extorquir idosa com 'golpe do bilhete premiado' em BH


Vítima teria se negado a ceder dinheiro aos suspeitos, mas foi forçada a seguir até uma agência bancária no bairro Gutierrez, na Região Oeste da capital. Suspeitos abordaram a vítima sob pretexto de estarem com bilhete de loteria premiado. Marcelo Brandt/G1 Três pessoas foram presas, suspeitas de tentar extorquir uma idosa, de 72 anos. A vítima foi abordada na porta de uma igreja e forçada a seguir até uma agência bancária, em Belo Horizonte. O crime foi nesta quarta-feira (26). De acordo com o boletim de ocorrência, a idosa saiu de uma casa lotérica e seguiu para a igreja. Prestes a entrar no local, uma mulher a abordou com um papel e pediu informações sobre um suposto endereço. Um homem se aproximou das duas e perguntou se ambas precisavam de ajuda. A suspeita que estava com a idosa, então, passou um bilhete de loteria ao rapaz. Em seguida, ele disse que ela havia sido premiada. A mulher, então, informou que daria parte do prêmio à vítima e ao homem, desde que eles passassem certa quantia para ela, por precaução. A idosa se negou, mas acabou forçada pela dupla a entrar em um carro e seguir até uma agência bancária, no bairro Gutierrez, na Região Oeste da capital. Colaborativa Ainda conforme o boletim de ocorrência, depois de ter sofrido ameaças, a vítima passou a colaborar com os golpistas, que exigiram um saque de R$ 10 mil por parte dela. Informaram que uma terceira pessoa iria monitorar as atitudes da vítima dentro da agência. A idosa aceitou as condições. Porém, assim que entrou na agência, informou à segurança que estava sendo vítima de uma ação criminosa. Descreveu as características dos golpistas e contou, também, que uma outra mulher estaria vigiando a conduta dela no interior da agência. A equipe de segurança orientou a vítima e a manteve na fila de espera por atendimento. Enquanto isso, acionaram a Polícia Militar. Abordagem Segundo o relato dos militares, quando a PM chegou ao local, uma mulher estava usando o telefone e ficou agitada. Assim que percebeu a aproximação dos policiais, ela saiu da agência e tentou fugir a pé. Um dos militares conseguiu abordar a suspeita, que estava em contato com os demais envolvidos, no carro. A dupla tentou fugir em um Hyundai HB20 preto, mas foram contidos pelos policiais após perseguição. Com eles, a PM apreendeu uma réplica de arma, anéis e cordões da vítima. Os três foram encaminhados para a delegacia, onde prestaram depoimento. Os vídeos mais vistos do g1 Minas nos últimos dias:

Cientistas da Califórnia conseguem gerar energia a partir da fusão nuclear pela primeira vez


Se a tecnologia continuar se desenvolvendo, ela poderá criar eletricidade ilimitada e com zero emissões de carbono. Uma energia limpa e barata que pode ajudar a reverter os efeitos das mudanças climáticas e do aquecimento global. Cientistas da Califórnia conseguem gerar energia a partir da fusão nuclear pela 1ª vez Pesquisadores da Lawrence Livermore National Laboratory, na Califórnia, afirmaram nesta quarta-feira (26) que conseguiram gerar, pela primeira vez, energia a partir da fusão nuclear — um avanço estudado há décadas, agora ainda mais necessário diante da crise climática. A fusão nuclear exige uma quantidade grande de calor e pressão para unir o núcleo de átomos de hidrogênio e, assim, produzir hélio. É esse processo que faz com que o sol libere mais energia de forma extrema. Para gerar essa energia, os cientistas direcionaram 192 raios laser contra um alvo de 2 milímetros de diâmetro que continha hidrogênio. O que é a fusão nuclear, que promete ser a energia limpa que o mundo procura Cientistas da Califórnia conseguem gerar energia a partir da fusão nuclear pela primeira vez Jornal da Globo/Reprodução Alex Zylstra, físico experimental no Lawrence Livermore National Laboratory, conta que eles criaram um sistema em que o plasma, utilizado como combustível, está se autoaquecendo. No passado, eles sempre tiveram que fornecer calor externo, mas, agora, a fusão nuclear que criaram está fazendo o trabalho por eles. A energia a partir da fusão nuclear é completamente diferente das usinas nucleares, que criam energia a partir da fissão nuclear, ou seja, a divisão dos átomos. As usinas produzem enorme quantidade de lixo radioativo, com riscos de acidentes, como o de Chernobyl, na Ucrânia, em 1986. A fusão nuclear, no entanto, não cria lixo radioativo e usa insumos mais eficientes e menos perigosos. Ucrânia recorda o 35º aniversário da catástrofe de Chernobyl 'Filhos de Chernobyl': o que diz primeiro estudo de descendentes dos atingidos pelo acidente nuclear Se a tecnologia continuar se desenvolvendo, ela poderá criar eletricidade ilimitada e com zero emissões de carbono. Uma energia limpa e barata que pode ajudar a reverter os efeitos das mudanças climáticas e do aquecimento global. A fusão nuclear exige uma quantidade grande de calor e pressão para unir o núcleo de átomos de hidrogênio e, assim, produzir hélio. JG/Reprodução Apesar da boa notícia, os cientistas calculam que ainda faltam décadas para que a fusão nuclear possa ser usada para dar energia para casas, carros ou aviões, por exemplo. Para atingir a fusão nuclear, eles usaram dez vezes mais energia do que conseguiram produzir com ela, gerando o equivalente a nove pilhas. No entanto, Alex afirma que o próximo passo é mostrar que é possível gerar mais energia com a fusão nuclear, do que a utilizada para o processo dar certo. E que, este, sim, vai ser o marco mais importante para salvar o mundo.

O Assunto #631: Negacionismo - Bolsonaro dobra a meta


Quando muitos pensavam que o governo federal havia se conformado minimamente às realidades da pandemia, o Brasil vê renascer a disposição das autoridades para atrapalhar a vacinação, desta vez do público infantil, e promover um remédio que o mundo inteiro sabe, há tempos, ser ineficaz contra a Covid. Você pode ouvir O Assunto no g1, no GloboPlay, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music, no Hello You ou na sua plataforma de áudio preferida. Assine ou siga O Assunto, para ser avisado sempre que tiver novo episódio. Quando muitos pensavam que o governo federal havia se conformado minimamente às realidades da pandemia, o Brasil vê renascer a disposição das autoridades para atrapalhar a vacinação, desta vez do público infantil, e promover um remédio que o mundo inteiro sabe, há tempos, ser ineficaz contra a Covid. Para o jornalista Carlos Andreazza, trata-se de um “padrão pendular” de conduta: “estica ao máximo a corda, e depois recua”. Ele reconhece, porém, pelo menos uma diferença na atual ofensiva: sem CPI, o presidente está convencido de que pode ultrapassar qualquer limite e tratar da crise sob o único prisma que lhe interessa, o eleitoral. “É a convicção de que, se segurar 15% de fiéis, alimentar os radicais, irá ao 2º turno”, diz o colunista do jornal O Globo e comentarista da rádio CBN. Na conversa com Renata Lo Prete, Andreazza observa também que o “fator ômicron” (mais gente pegando a doença, ainda que com quadros menos graves) fomenta a disseminação de fake news sobre vacinas. E lembra que essa confusão “com método” tem consequências na ponta: das reiteradas ameaças a funcionários da Anvisa à dificuldade para fazer a campanha das crianças decolar, providência que os epidemiologistas consideram indispensável para controlar o contágio. O que você precisa saber: 7 prefeituras exigem termo para vacinar crianças; prática é irregular Rosa Weber dá cinco dias para secretário da Saúde explicar nota contrária à ciência e às vacinas Rede pede ao STF afastamento de secretário do Ministério da Saúde e anulação de nota sobre vacinas Ministério da Saúde diz que hidroxicloroquina é segura, mas vacinas não; nota técnica contraria OMS e cientistas Ministério da Saúde rejeita diretrizes da Conitec de não usar 'kit Covid' para tratamento em pacientes no SUS Hidroxicloroquina não deve ser usada como prevenção contra a Covid, indica diretriz da OMS O podcast O Assunto é produzido por: Mônica Mariotti, Isabel Seta, Arthur Stabile, Gabriel de Campos, Luiz Felipe Silva, Thiago Kaczuroski e Eto Osclighter. Neste episódio colaborou também: Gustavo Honório. Apresentação: Renata Lo Prete. Comunicação/Globo

Palmeirenses são condenados a 24 anos de prisão por espancar e matar corintiano com barras de ferro em 2016 na Grande SP


Júri popular considerou 4 membros da Mancha Alviverde culpados por assassinato de Daniel Jones Veloso, da Gaviões da Fiel, em Itapevi, na Grande São Paulo. Quinto palmeirense acusado pelo homicídio de corintiano será julgado em outra data pois sua defesa faltou ao júri desta quarta (26). Corintiano Daniel Veloso tinha 22 anos quando foi morto por grupo de palmeirenses em 2016 em Itapevi, Grande São Paulo Reprodução/Arquivo pessoal Quatro palmeirenses foram condenados, cada um deles, a pena de 24 anos de prisão em regime fechado por espancarem e matarem um corintiano com golpes de barras de ferro na cabeça, em 17 de setembro de 2016 em Itapevi, na Grande São Paulo. A informação foi confirmada ao g1 pela assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça (TJ). O caso teve repercussão na imprensa à época por envolver brigas de torcidas rivais de clubes de futebol. Em julgamento realizado nesta quarta-feira (26) no Fórum de Itapevi, Daniel Cândido da Silva, Jose Alex Sandro da Silva Júnior, Jefferson Paulo da Silva e Wesley Ramos Dantas Lopes foram considerados culpados pela maioria dos jurados pelo assassinato de Daniel Jones Veloso, o 'Dan Veloso'. Eles acabaram condenados por homicídio qualificado por motivo torpe e emboscada. A vítima tinha 22 anos e era membro da Gaviões da Fiel, maior torcida organizada do Corinthians, clube de futebol da capital paulista. Os réus eram integrantes da Mancha Alviverde, principal torcida do Palmeiras, outro time da cidade de São Paulo. Kaio Robério Gomes Barbosa, outro palmeirense acusado pelo mesmo crime, não foi julgado com os demais réus porque sua defesa não pode comparecer ao júri popular realizado na quarta em Itapevi. Diante disso, o juiz Udo Wolff Dick Appolo do Amaral desmembrou o processo em relação a Kaio e deverá marcar uma nova data para o seu julgamento em separado. Todos os cinco réus já respondiam presos pelo assassinato do corintiano. Daniel Silva, Jose Júnior, Jefferson Silva e Wesley Lopes permanecerão detidos para o cumprimento do restante da pena pela qual foram condenados. Kaio Barbosa também aguardará preso o seu julgamento. De acordo com o Ministério Público (MP), Daniel Veloso foi vítima de uma emboscada durante briga de torcidas rivais. O corintiano foi atacado por um grupo de palmeirenses após voltar com a namorada de uma partida que tinham ido assistir entre o Corinthians e o Palmeiras, na Arena Corinthians, em Itaquera, Zona Leste da capital. Segundo a denúncia do MP, quando chegou em Itapevi, o casal foi cercado por palmeirenses armados com barras de ferro que haviam descido de um carro na Rua Angelo Piazzi. Daniel Veloso falou para a namorada correr. Ele não conseguiu escapar e foi agredido com diversos golpes na cabeça. Os agressores fugiram no veículo. A vítima ainda foi socorrida com vida. Ela acabou levada ao Hospital Geral de Itapevi, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O g1 não conseguiu localizar as defesas dos acusados para comentarem o assunto até a última atualização desta reportagem. O promotor Rafael Morais de Oliveira, responsável pela acusação contra os réus, também não foi encontrado. Cabem recursos na Justiça contra a decisão que condenou os palmeirenses. Seis testemunhas do caso foram ouvidas nesta quarta pela Justiça. Acusação Sede da Gaviões da Fiel, na região do Bom Retiro, e da Mancha Alviverde, em Perdizes, durante operação policial em novembro de 2016 Kleber Tomaz/G1 O assassinato de Daniel Veloso comoveu os integrantes da Gaviões, que homenagearam a vítima em seu enterro. O caso gerou comoção e protesto nas redes sociais. De acordo com a denúncia feita pelo MP à Justiça, “o crime foi cometido por motivo fútil, consistente da rivalidade entre membros de torcidas adversárias”. Ainda segundo a acusação da Promotoria, “os denunciados utilizaram-se de meio cruel, uma vez que a vítima foi golpeada diversas vezes na cabeça, suportando ferimentos que provocaram a exposição de fragmentos ósseos”. “O crime foi cometido mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, consistente na surpresa e ainda, diante da superioridade numérica de forças e agentes”, informou o Ministério Público.

Homem é morto a tiros dentro de residencial em Icoaraci


Suspeitos dispararam diversas vezes contra três pessoas. Uma vítima morreu e duas fugiram. Um homem foi executado a tiros na noite desta quarta-feira (26), no Residencial Quinta dos Paricás, do bairro Maracacuera, em Icoaraci, distrito de Belém. O crime aconteceu no Bloco 6 do residencial. A vítima foi abordada por criminosos que se aproximaram em um veículo. Os suspeitos dispararam diversas vezes contra três pessoas. Uma vítima morreu e duas fugiram. Homem é executado a tiros em condomínio residencial de Icoaraci A Polícia Militar está no local colhendo informações sobre o crime. O Instituto Médico Legal foi acionado para fazer a remoção do corpo.

Mega-Sena pode pagar R$ 31 milhões nesta quinta-feira


Apostas podem ser feitas até as 19h em lotéricas ou pela internet. Valor da aposta mínima é de R$ 4,50. Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até as 19h Marcelo Brandt/G1 O concurso 2.448 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 31 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h desta quinta-feira (27) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada também pela internet até 19h - saiba como fazer. VÍDEO: veja como funcionam as apostas da Mega-Sena Para apostar na Mega-Sena As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito. Probabilidades A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa. Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa. VÍDEOS: os vídeos mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias

Criança de 1 ano morre por Covid-19 em hospital de Sumaré


Menino morava em Hortolândia, onde foi internado na Unidade Respiratória no dia 20 de janeiro. Segundo prefeitura, ele não possuía doenças pré-existentes (comorbidades). Área do Hospital Estadual de Sumaré Reprodução / EPTV Um menino de 1 ano que estava com Covid-19 morreu no domingo (23) após permanecer três dias internado no Hospital Estadual de Sumaré (HES). A informação foi confirmada pela Prefeitura de Hortolândia (SP), cidade onde a vítima morava, nesta quarta-feira (26). Segundo o boletim oficial da prefeitura, a criança foi internada na Unidade Respiratória do bairro Nova Hortolândia em 20 de janeiro, e no mesmo dia foi encaminhada ao Hospital de Sumaré. No dia seguinte, teve o exame para detecção de Covid-19 coletado, e o resultado positivo saiu no sábado (22). O falecimento ocorreu no dia seguinte, completou a Prefeitura de Hortolândia. "O paciente não tinha outras comorbidades [doenças pré-existentes]", informou a administração municipal. Em nota, a prefeitura lamentou a morte da criança. "É com imenso pesar que informamos a 758ª morte por coronavírus em Hortolândia. Prestamos nossa solidariedade e nossos sentimentos à família". "Nosso Comitê de Prevenção e Enfrentamento à Pandemia do coronavírus atua diariamente para evitar o crescimento agressivo do contágio da Covid-19 e proteger a vida das famílias em nosso município", comunicou a prefeitura. Boletim da Prefeitura de Hortolândia confirma morte de criança de 1 ano por Covid-19 Reprodução/Prefeitura de Hortolândia VÍDEOS: destaques da região de Campinas Veja mais notícias da região no g1 Campinas

Raul Sampaio, compositor de 'Meu Pequeno Cachoeiro', hit de Roberto Carlos, morre aos 93 anos


Música mais conhecida do compositor fala da cidade natal dele e de Roberto, Cachoeiro de Itapemirim. Compositor Raul Sampaio morreu, na noite desta quarta-feira (26), aos 93 anos Reprodução/TV Gazeta O compositor Raul Sampaio morreu, aos 93 anos, na noite desta quarta-feira (26). A causa da morte não foi divulgada. Raul é autor da música "Meu Pequeno Cachoeiro", eternizada na voz de Roberto Carlos e que fala sobre a cidade natal de ambos, Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo. Além de "Meu Pequeno Cacheiro", o compositor escreveu mais de 200 músicas, gravadas por vários artistas. "A Carta" foi sucesso na voz de Erasmo Carlos. Nos últimos anos, Raul vivia em Marataízes, também no Sul do ES. Exposição homenageou cantor e compositor Raul Sampaio em 2018 O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), lamentou a morte do artista em uma rede social. "Hoje a saudade veio visitar nossos corações. Raul Sampaio, cachoeirense, que tanto enriqueceu a cultura capixaba com suas composições, melodias e poesias, nos deixou. Seus versos e sua memória ficarão eternizados em nossa história. Meu abraço aos seus familiares e amigos", escreveu Casagrande. O prefeito de Cachoeiro, Victor Coelho (PSB), também homenageou o compositor e disse que vai decretar luto de três dias na cidade. "Notícia triste: Raul Sampaio, autor de 'Meu Pequeno Cachoeiro', que virou nosso hino, nos deixou essa noite. Tive a alegria de homenageá-lo nos seus 90 anos. Por sua história e amor por Cachoeiro, vamos decretar luto de 3 dias. Viva, Raul! E que Deus console familiares e amigos", postou. Raul Sampaio completou 93 anos em 2021 VÍDEOS: tudo sobre o Espírito Santo Veja o plantão de últimas notícias do g1 Espírito Santo

Neta é presa suspeita de planejar morte de avô sargento em Manaus, diz polícia


Sargento foi morto por uma dupla que chegou em uma motocicleta e entrou na casa em que ele estava, supostamente para roubar. Polícia divulga imagens de suspeitos de assassinar sargento em Manaus A Polícia Civil do Amazonas informou que prendeu um casal suspeito de planejar a morte do sargento da reserva da Polícia Militar Evandro da Silva Ramos. Segundo a polícia, a mulher é neta da vítima. O sargento foi morto por uma dupla que chegou em uma motocicleta e entrou na casa em que ele estava, supostamente para roubar. O crime ocorreu no bairro Coroado, no sábado (22). A chegada e a fuga dos bandidos foram registradas por um câmera de segurança (veja vídeo acima). O vídeo mostra o momento em que os suspeitos caminham pela rua. Segundo a polícia, eles estão vestindo uniformes de frentistas. Leia também: CRIME: Sargento é morto a tiros em Manaus DESPEDIDA: Corpo de sargento da PM morto a tiros é velado em Manaus Ainda conforme informou a Polícia Civil, a mulher planejou a morte do próprio avô com a ajuda do namorado, que também foi preso. Vídeo de câmeras de segurança flagrou a ação dos assassinos de sargento, em Manaus Reprodução A prisão dos suspeitos foi confirmada na noite desta quarta-feira (26). As circunstâncias da detenção deles devem ser divulgadas em uma coletiva nesta quinta (27). Veja o vídeo mais assistidos do Amazonas O sargento foi morto por uma dupla que chegou em uma motocicleta e entrou na casa em que ele estava, supostamente para roubar. O crime ocorreu no bairro Coroado, no sábado 2.

Belém tem mais 6.717 casos conhecidos de Covid-19 e 23 mortes; PA chega a 642.826 casos e 17.311 óbitos


Boletins da Sespa e da prefeitura atualizam a situação da doença nesta quarta-feira (26). Peter Linforth/Pixabay Belém contabiliza, nesta quarta-feira (26), mais 7.249 casos e 24 óbitos conhecidos nos últimos 7 dias. Já no boletim da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), são mais 1.746 casos e 9 mortes conhecidos em todo o estado do Pará. O estado chega a 642.826 casos e 17.311 óbitos acumulados desde o início da pandemia, em março de 2020. Já em Belém, o número é 109.313 casos e 5.152 óbitos acumulados. São 98.506 recuperados em Belém e 599.022 recuperados em todo o estado. Ainda de acordo com o boletim da Sespa, divulgado às 18h, são 574 novos casos e 4 óbitos, que ocorreram nos últimos sete dias; e também mais 1.172 casos e 5 óbitos conhecidos de dias anteriores. O Pará registra 152.747 casos descartados e 4.204 amostras em análise. Ocupação hospitalar Na capital, a taxa de ocupação é de 79% dos leitos clínicos e 40% nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Já na rede estadual de saúde, a ocupação está em 64% dos 132 leitos clínicos e 72% dos leitos de UTI. VÍDEOS: assista às notícias do Pará

Homens são presos com drogas e submetralhadora em Manaus


Quarteto foi preso após denúncia anônima sobre a venda de drogas no bairro Compensa 3. Homens são presos com drogas e submetralhadora em Manaus Jucélio Paiva/Rede Amazônica Quatros homens, com idades entre 18 e 30 anos, foram presos com armas e drogas, na zona Oeste de Manaus, na tarde desta quarta-feira (26). Os suspeitos foram localizados pela polícia em um beco no bairro Compensa, e não reagiram à prisão, conforme afirmou o secretário de operações da Secretária de Segurança Pública do Amazonas (SSP), coronel Cledemir Silva. Uma submetralhadora e uma pistola de uso restrito calibre ponto quarenta, porções de drogas como oxi, maconha e cocaína, além de duas balança de precisão foram apreendidas. Papéis com anotações da contabilidade da venda de entorpecentes na área da Compensa também foram encontrados com os suspeitos. O secretário de operações da SSP informou que o quarteto foi preso após uma denúncia anônima, que informava sobre a venda de drogas no bairro Compensa 3. Os homens presos foram levados para o 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde até a noite desta quarta-feira, prestavam depoimento sobre o caso.

Governo quer reajuste de 7,5% para professores do ensino básico, que esperam 33%

Ana Flor: governo negocia reajuste de 7,5% para professores, que esperam 33% O governo federal vai editar uma medida provisória nos próximos dias para fixar o reajuste anual do piso dos professores do ensino básico para 2022. O blog apurou que o percentual acertado entre Casa Civil e Ministério da Economia é de 7,5% – os sindicatos das categorias esperam 33,23%. O reajuste vem sendo negociado com parlamentares e, também, com governadores e prefeitos. Os gestores locais pressionam por um percentual menor, já que são eles que pagam os salários. Para isso, consideram que o piso do magistério teve aumento superior a 60% nos últimos anos. O Ministério da Educação sempre estabelece, em janeiro de cada ano, o percentual de reajuste do piso da categoria. Os governos estaduais e municipais precisam atender essa determinação e cumprir o gasto mínimo constitucional com a educação e com os salários de professores. O reajuste de 33,23% defendido pelos professores segue os critérios da antiga lei do Fundo de Desenvolvimento e Manutenção da Educação Básica (Fundeb), substituída por uma nova versão aprovada no fim de 2020. O governo, por sua vez, se apoia em parecer da Consultoria Jurídica do MEC que aponta uma mudança nos critérios do cálculo com a aprovação do novo Fundeb. E tenta conceder um percentual menor para evitar novas pressões por reajuste de outras categorias do funcionalismo público. No governo federal, a ideia é utilizar algum parâmetro que permita aproximar o cálculo dos 7,5% de recomposição salarial em 12 meses. O IPCA, considerado índice oficial da inflação, fechou 2021 em patamar bem superior, de 10,67%. Se o percentual de 7,5% for aplicado, o piso nacional do magistério passará de R$ 2.886 para R$ 3.102. Com o reajuste de 33,32% defendido pelos sindicatos, o piso iria para R$ 3.847. As categorias da educação já afirmam que pretendem judicializar o tema, caso o governo defina um reajuste menor, para garantir que as regras anteriores sejam utilizadas no cálculo do reajuste de 2022.

Polícia Federal apreende 15 girafas em resort no Rio por maus-tratos

Dois homens foram levados para a delegacia e liberados em seguida. Ação faz parte da investigação pela morte de três girafas de um grupo de 18, trazidas da África do Sul. Polícia Federal apreende 15 girafas em resort no Rio por maus-tratos A Polícia Federal apreendeu 15 girafas no resort Portobello, no litoral sul do Rio de Janeiro. Agentes da PF e do Ibama estiveram nesta quarta-feira (26) no galpão onde estão os animais e constataram maus-tratos. Dois homens foram levados para delegacia e liberados em seguida. No dia 11 de novembro, 18 girafas chegaram ao Rio de Janeiro, trazidas da África do Sul. Três morreram no dia 14 de dezembro, depois de fugirem durante um passeio ao ar livre. Desde então, elas ficaram em baias fechadas. Polícia Federal investiga a morte de três girafas trazidas da África do Sul O Ministério Público Federal também investiga se a importação das girafas seguiu as normas brasileiras e internacionais. O BioParque do Rio, responsável pela compra, afirmou que não há maus-tratos, que está à disposição para prestar esclarecimentos e que o processo de importação foi aprovado pelos governos brasileiro e sul-africano.

Búzios vacina contra Covid-19 crianças de 5 a 11 anos com comorbidades e deficiências permanentes nesta quinta e sexta

Atendimento será feito a partir das 14h em diferentes unidades de saúde; veja pontos de vacinação. A Secretaria de Saúde de Armação dos Búzios, na Região dos Lagos do Rio, vacina nesta quinta (27) e sexta-feira (28) contra a Covid-19 crianças na faixa etária de 5 anos a 11 anos com comorbidades e deficiências permanentes. O atendimento será feito a partir das 14h nas seguintes Unidades Básicas de Saúde do município: Quinta-feira (27): São José, José Gonçalves, Baía Formosa, Olavo da Costa, Rasa e Arpoador/Cruzeiro. Sexta-feira (28), nas UBS: Geribá, Ferradura, Brava, Capão e Cem Braças. A Prefeitura lembra que os pais ou responsáveis devem comparecer no local "com o cartão de vacinação, cartão do Sus ou CPF da criança. Responsáveis por crianças com comorbidades devem apresentar o laudo médico", alerta o município.

Famílias desalojadas em Baião após cheia do rio Tocantins recebem cestas básicas


Segundo a prefeitura, a maioria dos atingidos residem na zona rural do município. Cerca de 1.200 famílias ribeirinhas estão desalojadas e 780 km de estradas vicinais estão intrafegáveis por conta da enchente. Nesta quarta-feira (26), cestas básicas começaram a ser entregues a famílias atingidas pelas enchentes Em Baião, no sudeste do Pará. Mil famílias receberam os alimentos. O governador Helder Barbalho sobrevoou a zona rural do município, onde estão as áreas atingidas pela elevação do nível do Rio Tocantins. A Prefeitura de Baião decretou situação de emergência no município por conta das chuvas severas que têm atingido a região e provocado aumento no nível do rio Tocantins. Parecer técnico da Defesa Civil do município aponta que os mais afetados são moradores da zona rural de Baião. Cerca de 1.200 famílias ribeirinhas estão desalojadas e aproximadamente 780 km de estradas vicinais estão intrafegáveis por conta dos alagamentos. Cerca de 19.650 pessoas já foram afetadas indiretamente pela enchente no município. As localidades atingidas são: zona urbana, mais de 40 comunidades ribeirinhas, vilas que ficam à beira de estradas, assentamentos, área rural da PA-15, área Magalhães Barata Colônia e Colônia da PA-151. Mais de 200 famílias residentes na sede do município foram atingidas. Defesa Civil de Baião A prefeitura informou que a enchente têm prejudicado o escoamento da produção agrícola e pecuária, bem como o acesso das comunidades a serviços essenciais como de saúde e segurança pública. A situação tem se agravado desde o dia 15 de janeiro desse ano. Estruturas em espaços da cidade foram comprometidas pela devastação da água. De acordo com a prefeitura foram danificados, até o momento, mais de 31 pontes, 14 trapiches, 18 escadarias e drenagem de várias ruas.

Gastos dos brasileiros no exterior em 2021 registram menor valor em 16 anos

Conta que registra todas as transações do Brasil com os outros países mostra um rombo de US$ 28,1 bilhões. Gastos dos brasileiros no exterior em 2021 registram menor valor em 16 anos Em 2021, os brasileiros gastaram US$ 5,2 bilhões no exterior. É o menor valor em 16 anos e um reflexo da redução das viagens externas por causa da pandemia. A conta que registra todas as transações do Brasil com os outros países mostra um rombo de mais de US$ 28 bilhões. E os investimentos estrangeiros diretos na economia brasileira cresceram 23% em relação a 2020 e ficaram em mais de US$ 46 bilhões.

STF cancela retorno presencial devido ao aumento dos casos de Covid e influenza no DF

A Câmara dos Deputados também vai retomar os trabalhos de forma remota. No Senado, está previsto um modelo híbrido. O aumento dos casos de Covid e de influenza no Distrito Federal levou o presidente do Supremo, Luiz Fux, a cancelar o retorno presencial dos ministros às sessões da Corte, previsto para semana que vem. O trabalho remoto vai se estender pelo menos até o fim de fevereiro. A Câmara dos Deputados também vai retomar os trabalhos de forma remota. No Senado, está previsto um modelo híbrido.

Fiocruz alerta para o aumento da ocupação de leitos de UTI para adultos na rede pública

Seis estados e o Distrito Federal estão com taxas acima de 80%. A Fiocruz divulgou, nesta quarta-feira (26), um alerta para o aumento da ocupação de leitos de UTI para adultos na rede pública. Fiocruz alerta para aumento de ocupação de leitos de UTI no Brasil Fiocruz já vinha alertando para o aumento da ocupação dos leitos de UTI há pelo menos duas semanas Seis estados e o Distrito Federal estão com taxas acima de 80%; 12 estados se encontram em uma faixa de ocupação de leitos de UTI entre 60% e 80%.

EUA rejeitam pedido da Rússia para barrar Ucrânia da Otan


Americanos apresentaram resposta formal a lista de propostas da Rússia para conter crise em torno da Ucrânia — e não fizeram concessões. 'Resta à Rússia decidir como responder', disse o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken. 'Estamos prontos de qualquer maneira' Reuters/BBC Os Estados Unidos rejeitaram uma demanda da Rússia para barrar uma eventual entrada da Ucrânia na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). O secretário de Estado americano, Antony Blinken, apresentou na quarta-feira (26) esta e outras decisões em uma resposta formal às propostas da Rússia para resolver a crise na Ucrânia. Blinken não fez concessões, mas disse que está oferecendo a Moscou "um caminho diplomático sério, caso a Rússia opte por isso". Um ministro russo disse que seu país estudaria a resposta de Blinken, entregue em coordenação com a Otan. Rússia x Ucrânia: o que é a Otan e qual seu papel na crise Por que EUA e Europa divergem sobre ação na Ucrânia (e como Putin se aproveita disso)? VÍDEO: Por que a Rússia pode invadir a Ucrânia? Entenda em 3 pontos A Rússia havia apresentado uma lista escrita com suas preocupações sobre a expansão da aliança militar da Otan e questões de segurança relacionadas. Entre elas, estava uma exigência para que organização excluísse a possibilidade de a Ucrânia e outros países entrarem na aliança. A Ucrânia é considerada um "país parceiro", mas não membro da Otan. Isso significa que há um entendimento de que o país possa ingressar na aliança em algum momento no futuro. Nas últimas semanas, a Rússia vem juntando um grande número de soldados na fronteira com a Ucrânia, algo que os países ocidentais interpretam como uma preparação para uma possível invasão. A Rússia nega isso. Blinken disse que a resposta dos EUA deixou seus "princípios fundamentais" claros, incluindo a defesa da soberania da Ucrânia e seu direito de escolher fazer parte de alianças de segurança como a Otan. "Não deve haver dúvidas sobre a seriedade de nossos propósitos quando se trata de diplomacia, e estamos agindo com igual foco e força para reforçar as defesas da Ucrânia e preparar uma resposta rápida e unida a novas hostilidades russas", disse o secretário de Estado. "Resta à Rússia decidir como responder", acrescentou. "Estamos prontos de qualquer maneira." Blinken acrescentou que os EUA enviaram três carregamentos de "assistência" militar nesta semana — incluindo mísseis Javelin e armamento antiblindagem, juntamente com centenas de toneladas de munição e equipamentos. Conversas confidenciais O secretário americano também negou qualquer divergência entre os EUA e seus aliados europeus. A Otan, disse ele, preparou seu próprio conjunto de propostas que "reforça totalmente as nossas (propostas americanas) e vice-versa". Mas a resposta formal dos EUA não será tornada pública. "A diplomacia tem mais chance de sucesso se dermos espaço para conversas confidenciais", disse Blinken. O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, informou que o documento da aliança também foi entregue a Moscou. Ele afirmou que, embora esteja disposto a ouvir as preocupações da Rússia, defendeu que todas as nações têm o direito de escolher suas próprias estratégias de segurança. O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, no entanto, disse mais cedo na quarta-feira que Stoltenberg "perdeu o contato com a realidade", quando questionado sobre a Otan aumentar sua presença perto das fronteiras da Rússia. "Sabe, eu parei de ver as declarações dele há muito tempo", disse Lavrov à imprensa no parlamento russo. Um sistema antimísseis ucraniano em ação Reuters/BBC Separadamente, diplomatas da Rússia, Ucrânia, França e Alemanha reafirmaram o compromisso com o antigo acordo de cessar-fogo na Ucrânia, país onde rebeldes apoiados pela Rússia tomaram parte do território, na região leste de Donbas. Todas as quatro nações continuam apoiando o cessar-fogo "independentemente de diferenças em outras questões" relacionadas aos acordos de Minsk de 2015, disse um comunicado publicado pela presidência francesa. O vice-chefe de gabinete do Kremlin, Dmitri Kozak, caracterizou as conversas de oito horas em Paris como "nada simples". O grupo deve se reunir novamente em duas semanas em Berlim. Vídeos: Os mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Taxa de contágio do coronavírus em São Paulo é a maior desde o início da pandemia

Segundo a USP e a Unesp, cada 100 pessoas contaminadas transmitem o vírus a outras 179. Cidade de SP tem maior taxa de transmissão de Covid desde início da pandemia A taxa de contágio do coronavírus na cidade de São Paulo é a maior desde o início da pandemia, segundo a USP e a Unesp. Cada 100 pessoas contaminadas transmitem o vírus a outras 179. Esse número supera o pico anterior, de março do ano passado. LEIA MAIS: Taxa de transmissão do coronavírus sobe para 1,78 no Brasil, aponta Imperial College Média móvel de internados em UTI com Covid-19 na Grande SP triplica nos últimos 30 dias O governo do estado vai abrir mais 700 leitos em hospitais públicos para pacientes com Covid.

Pernambuco mantém aulas presenciais nas escolas públicas no início do ano letivo


Secretaria de Educação afirmou, nesta quarta (26), que será adotado o mesmo protocolo de 2021. Existe a recomendação de aulas remotas em caso de adoecimento de estudantes. Estudantes de escola estadual de Pernambuco higienizam as mãos com álcool em gel antes de entrar em sala de aula, em foto de arquivo Marlon Costa/Pernambuco Press Mesmo com a alta de casos da Covid-19 e da epidemia de gripe, as escolas públicas estaduais de Pernambuco vão manter as aulas presenciais, no início do ano letivo. É o que recomendou, nesta quarta-feira (26), a Secretaria Estadual de Educação, que adotará o protocolo usado em 2021. O estado disse, no entanto, que existe a possibilidade de realização de atividades pela internet. Os estudantes da rede pública de Pernambuco voltam à salas de aula no dia 3 de fevereiro. Na rede particular, a retomada das atividades ocorre no dia 1º do mesmo mês. Nesta quarta, três cidades anunciaram o adiamento da volta às aulas por causa da Covid-19 e da alta de gripe. São elas: Paulista e Ipojuca, no Grande Recife, e Carpina, na Mata Norte. Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Educação informou que as escolas deverão seguir os protocolos de biossegurança contra a Covid-19. No entanto, não haverá exigência de "passaporte vacinal" para receber os estudantes. A secretaria explicou que a recomendação é realizar essencialmente atividades presenciais. Em casos de estudantes com doenças pré-existentes, por exemplo, os pais ou responsáveis podem solicitar o apoio da instituição para a adoção do sistema remoto. "As unidades de ensino devem continuar atentas e vigilantes às medidas de proteção e prevenção com água e sabão para higienização das mãos, dispenser com álcool em gel 70% e uso obrigatório de máscara para todos no ambiente escolar", afirma o governo. Ainda na nota, o estado informou que as escolas deverão orientar os pais e responsáveis para que os estudantes que apresentarem sintomas gripais fiquem em casa e busquem orientação médica. Em caso de teste positivo para Covid, é necessário que os responsáveis comuniquem à instituição de ensino. O estudante deve ficar em isolamento para evitar a proliferação do vírus. Sobre o retorno dos estudantes e profissionais de educação que testaram positivo para Covid-19, serão adotadas as orientações do Comitê Estadual de Enfrentamento à Covid-19. O governo determina um prazo de dez dias de afastamento para casos sintomáticos e de sete dias para os assintomáticos. Também de acordo com a secretaria, as instituições de ensino devem promover campanhas e ações de sensibilização com pais e responsáveis para a importância da vacinação. Também devem ressaltar a importância das normas sanitárias e demais orientações do Comitê Estadual de Enfrentamento à Covid-19. VÍDEOS: Mais assistidos de PE nos últimos 7 dias

Foto de filha de intérprete da Viradouro reverenciando bandeira da escola viraliza nas redes sociais


'É a foto do amor e do respeito ao carnaval’, diz Zé Paulo Sierra, pai de Malu, de apenas 6 anos. Malu com a porta-bandeira Rute e o mestre-sala Julinho: reverência e respeito Divulgação/Wagner Rodrigues Era apenas mais um ensaio de quadra na Viradouro na terça-feira (25), mas um registro feito pelo fotógrafo da agremiação, Wagner Rodrigues, eternizou um momento e está dando o que falar nas redes sociais. Trata-se de Malu, de 6 anos, filha do intérprete da escola, Zé Paulo Sierra, reverenciando a bandeira da agremiação entregue por Julinho e Rute, o casal de mestre-sala e porta-bandeira da Viradouro. “Ela tem acompanhado o Zé nos ensaios da escola, mas é quietinha, mais introvertida. Tem se soltado agora. Daí, quando a porta-bandeira me sinalizou que ia levar a bandeira para ela ‘beijar’, corri para fazer a foto, mas não imaginava que ela ia reverenciar a bandeira daquele jeito. Foi surpreendente”, conta Wagner. Internautas repercutem reverência de menina de 6 anos à bandeira da Viradouro Reprodução 'É a foto do amor' Se o fotógrafo está feliz por ter captado o momento, o paizão de Malu é só orgulho da pequena e de seu gesto. “A Malu mora com a mãe e não vai sempre ao samba comigo, só aos finais de semana ou quando está de férias, como agora. O gesto dela me chamou muito atenção porque essa coisa de reverenciar a bandeira na testa é uma coisa muito antiga, acho que algumas escolas de São Paulo ainda usam, mas aqui no Rio o mais comum é o beijo, que não é beijo na bandeira. É aquele que você coloca a mão na frente para não sujar. Até pensei que ela pudesse ter visto esse gesto em algum lugar, mas ela disse que não”, contou Zé Paulo ao g1. Além do orgulho pela filhota, o intérprete da vermelho e branco de Niterói, se diz muito feliz pela foto ter sido feita nesse momento. “Acho que o gesto da Malu tem a ver com a ancestralidade dela. É a foto do amor e respeito ao carnaval. É muito forte os três juntos na foto, mostra o que o samba pode proporcionar uma criança e a qualquer outra pessoa. É a representatividade do amor, do respeito e veio em um momento de tanto debate em torno do carnaval, de tanta intolerância com ele”, disse Zé Paulo. A Viradouro tenta o bicampeonato com o enredo “Não há tristeza que possa suportar tanta alegria”, dos carnavalescos Marcus Ferreira e Tarcísio Zanon. O desfile vai destacar o sentimento dos cariocas na folia de 1919, que marcou o fim da pandemia da gripe espanhola. Zé Paulo e Malu: apaixonados por carnaval Divulgação/Wagner Rodrigues

VÍDEOS: Jornal do Acre 2ª edição - AC de quarta-feira, 26 de janeiro


Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Acre. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Acre.

Sindicato dos professores recusa proposta de aumento de 15% no salário oferecido pela prefeitura de João Pessoa


Categoria pede aumento de 33,23%, assim como já foi confirmado em outros municípios paraibanos. Sindicato dos professores pede aumento salarial conforme o piso nacional PMJP/Divulgação O Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sintem-JP) recusou uma proposta de reajuste salarial de 15%, proposta pela prefeitura de João Pessoa, nesta quarta-feira (26). A categoria pede o aumento de 33,23%, assim como já foi confirmado por outros municípios paraibanos. Na proposta apresentada pela prefeitura, estava previsto um aumento de 10% para todos os trabalhadores da Educação do município, e mais 5% aos professores, que seria concedido em forma de abono a partir do contracheque de janeiro. De acordo com o secretário de Articulação Política, Diego Tavares, a proposta seria uma alternativa enquanto o novo piso nacional da categoria não é definido pelo Ministério da Educação. Conforme o secretário, a prefeitura se comprometeu à incorporar aos salários o restante do percentual a ser divulgado pelo MEC, podendo até superar os 33,23% reivindicados pela categoria. O Sintem-JP, no entanto, afirmou, em nota, que recusa a proposta e que "não abre mão do reajuste imediato de 33,23%, assim como já foi confirmado por outros municípios paraibanos". O sindicato dos professores se refere às cidades de Campina Grande, Cajazeiras, Princesa Isabel, Areia, Serra Branca, São José de Piranhas, Marcação, Conde, Belém e Cachoeira dos Índios, onde o reajuste já foi concedido ao piso salarial. A categoria também questiona a exclusão dos prestadores de serviço do reajuste de 10%. "Não abrimos mão desse percentual como forma legal de valorização profissional docente", afirmou. O Sintem-JP disse, portanto, que estão "abertos ao diálogo" e que a categoria deve se reunir em breve com a Secretaria de Educação de João Pessoa para uma nova discussão. Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba

EUA rejeitam exigências russas sobre a Ucrânia

Os americanos negaram o pedido da Rússia de barrar a entrada da Ucrânia na aliança militar do Ocidente, a Otan. A crise no país do Leste Europeu foi assunto de reunião de representantes da Ucrânia, Rússia, Alemanha e França, em Paris. EUA rejeitam exigências russas sobre a Ucrânia Faz quase três meses que diplomatas do mundo todo estão acompanhando com muita preocupação um movimento militar na Europa: soldados russos cercando as fronteiras da Ucrânia. O que está em jogo, nessa situação, é mais do que a independência ucraniana. Esse quadro de alta tensão desafia a própria união da Otan, a aliança militar dos países ocidentais, e a presença dela na região. Nesta quarta-feira (26), essa crise explosiva foi assunto de uma reunião de representantes da Ucrânia, Rússia, Alemanha e França, em Paris. E a rejeição dos Estados Unidos a uma proposta da Rússia tornou a situação ainda mais tensa. Rússia x Ucrânia: o que é a Otan e qual seu papel na crise Por que a Rússia pode invadir a Ucrânia? Entenda em 3 pontos A Otan contava perto de 100 mil militares russos na fronteira com a Ucrânia. A Aliança Militar do Ocidente avisou nesta quarta-feira (26) que a cada dia mais coturnos e tanques se acumulam de norte a sul - e agora também na vizinha Belarus. A diplomacia ocidental vai batendo em retirada. Países como Estados Unidos e Reino Unido autorizaram a debandada na embaixada em Kiev e a entrada de armamentos para defesa ucraniana. A União Europeia não arredou o pé. O presidente do Conselho Europeu disse nesta quarta-feira que “uma ameaça contra a Ucrânia é uma ameaça contra a Europa”. O bloco ainda não concordou sobre o arsenal de sanções em caso de invasão, mas combinou o tom: a promessa é de “punições jamais vistas”, “consequências maciças para economia russa”. O governo americano deixou claro que nem o presidente russo poderia escapar se pagasse para ver. O Reino Unido seguiu o governo americano e declarou que não descarta sanções diretas a Vladimir Putin em caso de invasão. O porta-voz do Kremlin avisou que essas punições seriam politicamente destrutivas, mas não dolorosas ao presidente russo. O governo russo repetiu que, se mirarem no presidente, a Rússia romperá relações diplomáticas. O chefe da diplomacia russa avisou o Parlamento que cobrou “por escrito, ponto a ponto” a posição dos Estados Unidos sobre as demandas que fez. Sergei Lavrov participou de uma maratona de negociações neste mês. A Rússia exigiu garantias de que a Ucrânia e a Geórgia nunca vão integrar a Otan no futuro. O Kremlin vê os dois países como amortecedores entre a Rússia e a Otan e quer ainda a retirada da presença militar no Leste Europeu. Na prática, os russos falaram para aliança abandonar suas posições na Polônia e nas ex-repúblicas soviéticas Estônia, Letônia e Lituânia. O secretário de Estado americano avisou que o embaixador dele entregou pessoalmente a resposta em Moscou. Os Estados Unidos consideram inaceitável a Rússia ter voz na escolha dos aliados, mas aceitaram negociar o controle de mísseis na região. O armamento corre solto na Ucrânia desde 2014. Os russos nunca aceitaram a deposição de Viktor Yanukovych, um aliado do Kremlin, e afirmam que o Ocidente forçou a revolução contra o então presidente. A resposta foi a anexação da Crimeia. Desde então, os russos apoiam os separatistas que dominam o leste ucraniano, um conflito que já matou 14 mil perto da fronteira com a Rússia. O Kremlin já deu passaportes russos para meio milhão de pessoas da região. O Ocidente acha que, se não conseguir o que deseja, a Rússia pode justificar qualquer ação como proteção de seus próprios cidadãos. Não à toa, os Estados Unidos ficaram de fora da última negociação. Representantes de Ucrânia, Rússia, França e Alemanha se encontraram nesta quarta-feira, em Paris. O governo ucraniano declarou que as conversas de quatro partes são um forte sinal para paz. A Ucrânia também afirmou que a Rússia é uma ameaça, mas o número de militares russos ainda é insuficiente para uma ofensiva em grande escala. Um discurso para tranquilizar a população, mas fora de sintonia com os alertas do Ocidente - nisso a Ucrânia está isolada. Resposta americana O chefe da diplomacia americana, Antony Blinken, afirmou que, agora, cabe à Rússia decidir os próximos passos e que os Estados Unidos estão prontos para uma opção ou outra: para o confronto ou para o diálogo. Os americanos rejeitaram o pedido da Rússia de barrar a entrada da Ucrânia na aliança militar do Ocidente, a Otan. E, mais uma vez, os Estados Unidos disseram que defendem a soberania ucraniana.

Banda de rock autoral paraense, SuperSelf lança single e videoclipe


“Pra ser mais” chega na sexta-feira a todas as plataformas de música e no Youtube oficial do grupo paraense. A banda paraense SuperSelf lança novo single nesta sexta-feira (28). O rock autoral “Pra ser mais” entra no ar em todas as plataformas digitais nesta sexta-feira, juntamente com seu videoclipe, que será disponibilizado no canal do Youtube da banda. Formada por Rael Andrade (voz), Thiago Costa (guitarra), Anderson Leal (contrabaixo) e Driko Barone (bateria), a banda começou suas atividades em 2007 e já lançou dois EP’s e quatro singles. Com canções de forte apelo pop rock, o grupo já se apresentou em diversos festivais pelo estado. "’Pra Ser Mais’ é um quebra-cabeça sobre o que é material e essencial dentro de nossa dualidade e a vontade de nos conectar a todas as peças desse emaranhado que é viver e querer notoriedade, querer ser mais”, explica Rael Andrade, que divide a autoria da composição com Wilson Moraes, da banda Igrejas Bar. O videoclipe da canção teve como locação um hangar e a própria banda como personagem principal. Foi produzido e dirigido por Lê Barros. “É uma música que tem uma vibração grande, uma motivação contagiante, e desde o início queríamos que fosse um videoclipe ativo apenas com a banda e tivesse alguma ligação com aviões. Então, surgiu a oportunidade de gravar em um hangar lotado de aviões. Isso deu uma cara única ao videoclipe”, explica o diretor. A música é o segundo single do álbum “Imperdoável”, que chega com 10 faixas no dia 17 de fevereiro, com a produção de Kleber Chaar, também pelo selo de Lê Barros, o Zonna, que também é produtora audiovisual. Dia 19 de fevereiro a SuperSelf, que faz parte do Coletivo Outros Nativos, realiza show de lançamento no Studio Pub em Belém com participação das bandas Aeroplano e Nicobates e Os Amadores. “Pra Ser Mais” será lançada no dia 28 de janeiro de 2022, em todos os players de música. E o videoclipe será lançado no mesmo dia, no canal oficial da banda no Youtube, às 13h. Serviço Lançamento do single e videoclipe "Pra Ser Mais", de SuperSelf, nesta sexta-feira, 28, em todos os players de música e no canal oficial da banda no Youtube.

Produção de milho no Centro-Oeste pode compensar parte das perdas em outras regiões

Estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento é que 71% dos grãos de milho produzidos na próxima safra vão sair das lavouras do Centro-Oeste. Produção de milho no Centro-Oeste pode compensar parte das perdas em outras regiões O Jornal Nacional mostrou na edição da terça-feira (25) como a falta de chuvas está prejudicando violentamente a safra de milho no sul do Brasil. Mas, no coração do país, a situação é outra. Sol e chuva na medida certa e na hora exata. A combinação tem trazido otimismo para os produtores rurais no centro-oeste do país. Com a estimativa de uma colheita de mais de 140 milhões de toneladas, a soja mantém o país como o maior produtor mundial do grão. “Nós conseguimos realizar o plantio na época correta. Acho que esse é o grande benefício que nós temos esse ano”, comemora Joel Ragagnin, presidente da Associação de Produtores de Soja de Goiás (Aprosoja-GO). Produção de soja em Uberaba deve aumentar, mas cultivo será prolongado pela grande quantidade de chuva A briga entre cientistas e produtores de soja que gerou racha no agronegócio e foi parar no STF No centro-oeste do estado de São Paulo, safrinha do milho será menor por causa do clima Em várias fazendas, as máquinas estão colhendo a soja e, no mesmo instante, as plantadeiras vão semeando o milho da segunda safra. “A gente já colhe a soja, já entra com o milho. Não pode perder tempo, aproveitar a umidade para o milho nascer, pegar uma boa safrinha”, conta o produtor rural Carlos Roberto Marques Júnior. No ano passado o também produtor rural Hélio Gomes Júnior plantou 350 hectares de milho safrinha. Desta vez — animado com o clima e com o preço da saca — serão mil hectares. “O Centro-Oeste, principalmente, nós só temos que agradecer mesmo. Tanto na safra de soja, que foi muito bem distribuídas as chuvas, e para a safrinha também está mostrando que a previsão de chuva está boa comparada com outros anos. Então, se Deus quiser, vai ser uma safrinha cheia também como a safra está sendo”, destaca Hélio Gomes Júnior. Enquanto em várias regiões do país faltou chuva ou choveu em excesso, no Centro-Oeste o clima está favorável para o plantio do milho safrinha. A estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) é que 71% dos grãos de milho produzidos na próxima safra vão sair das lavouras daqui. A projeção da Conab é de uma colheita nacional de mais de 86 milhões de toneladas de milho, um crescimento de 42% em relação ao ano passado, sendo que os agricultores de Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul devem produzir juntos 61 milhões de toneladas do grão, o que pode compensar parte das perdas das outras regiões do país que enfrentam problemas climáticos. “A dificuldade no caso esse ano é o custo do plantio. Adubo subiu muito, fertilizante subiu muito e químico também, praticamente triplicou. Por isso que nós temos que tentar produzir bastante para conseguir uma rentabilidade satisfatória”, afirma o produtor rural Álvaro César Tonet. Quem acompanha o agronegócio avalia que a superprodução de milho e também a de soja — principais ingredientes usados na ração animal, pode ajudar a segurar os preços dos alimentos no supermercado. “No momento que a gente tem uma oferta boa de milho, a gente consegue dar uma certa estabilidade para o custo de produção desses produtores de ração animal que vai ser a ave, o suíno, o bovino. R com tudo isso aí a gente consegue estabilizar uma melhoria na oferta desses produtos”, explica Leonardo Machado, coordenador do Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag).

Veja os pontos de vacinação contra a Covid-19 disponíveis em Rio Branco nesta quinta-feira (27)


Atendimento é feito das 8h às 16h nas Uraps, unidades de saúde da família e prédio da Vigilância Epidemiológica. Saúde de Rio Branco segue com imunização contra a Covid-19 nesta quarta-feira (26) Edinaldo Moreno/Secom/PMM As unidades de saúde de Rio Branco abrem das 8h às 16h desta quinta-feira (27) com vacinação contra a Covid-19 para crianças, adolescentes e adultos. Quem ainda não tomou nenhuma das doses dos imunizantes ou precisa tomar a segunda dose ou a dose de reforço pode buscar um dos pontos. (Veja locais abaixo) A 1ª e 2ª dose são disponibilizadas para pessoas acima dos 12 anos. Já a dose de reforço é aplicada em adultos acima dos 18 anos que tenham completado 4 meses desde a última dose e pessoas com baixa imunidade (imunossuprimidos). Quem tomou a primeira dose da Janssen há 2 meses ou mais deve comparece à Urap Vila Ivonete e tomar a dose de reforço. É necessário apresentar a carteirinha de vacinação comprovando que tomou a 1ª dose da Janssen há mais de 60 dias. A 1ª dose em crianças de 5 a 11 anos anos é aplicada exclusivamente em seis unidades de saúde da família (USF) e na Escola Infantil Bem-Te-Vi, no Conjunto Esperança, ao lado da USF Gentil Perdomo. O atendimento ocorre das 8h às 11h e das 14h às 16h. A imunização em crianças começou na segunda (17) em todo o Acre. Na quinta (20), a Secretaria Municipal de Saúde retirou a exigência de apresentação do termo de autorização para vacinação das crianças de 5 a 11 anos. E, a partir de segunda (24) liberou a vacinação para todas de 5 a 11 anos. As crianças e adolescentes precisam estar acompanhadas do pai ou da mãe ou de outro responsável legal na hora da imunização. Pontos de vacinação Crianças a partir de 5 a 11 anos USF Manoel Alves Bezerra - Conjunto habitacional Cidade do Povo; USF Maria Verônica - Preventório; USF Dr. Mário Maia - bairro Cidade Nova; USF Maria Áurea Vilela Santos - bairro Cadeia Velha; USF Vitória - bairro Vitória USF Raimundo Moreira - Trav. Jacó, bairro João Eduardo II Escola Infantil Bem-Te-Vi - ao lado da USF Gentil Perdomo Reforço para pessoas que tomaram a 1ª dose da Janssen há 2 meses ou mais Urap Vila Ivonete 12 anos ou mais 1ª e 2ª dose Pfizer (+21 dias) - dose de reforço (+ 4 meses) Urap Eduardo Assmar Urap Rozangela Pimentel Urap São Francisco Urap Hidalgo de Lima Urap Ary Rodrigues Urap Bacurau Policlínica Barral Y Barral Somente 2ª dose AstraZeneca com 60 dias ou + Urap São Francisco Urap Bacurau Urap Vila Ivonete Policlínica Barral y Barral Segunda dose Coronavac Vigilância Epidemiologica - por agendamento pelo número 3227-3165. Prédio ao lado do Palácio do Comércio (Avenida Ceará). Reveja os telejornais do Acre

Cidades afetadas por enchentes adiam início das aulas nas redes municipais


Em São Miguel, parte das escolas segue servindo de abrigo para famílias que perderam tudo com a cheia do rio Tocantins. Em Araguanã a volta será no modelo remoto e aulas presenciais só devem começar em março. Cidades da região norte do TO adiam retorno das aulas por causa das enchentes Cidades afetadas por enchentes no norte do Tocantins foram obrigadas a fazer ajustes no calendário escolar. No município mais afetado pelas cheias, São Miguel do Tocantins, o início das aulas na rede municipal foi alterado de 1º para 14 de fevereiro. A medida é principalmente porque parte das escolas continua servindo de abrigo para famílias que precisaram sair de casa durante as cheias dos rios. A prefeitura informou que se até o dia 14 todas as escolas não estiverem desocupadas, as aulas retornarão parcialmente e alunos das unidades afetadas farão reposições. A prefeitura ainda tenta levantar os prejuízos nas estradas vicinais para definir como será o retorno das escolas na zona rural, já que existe a possibilidade de algumas comunidades seguirem ilhadas por causa de pontes que desabaram. A situação é semelhante em Araguanã, também no Bico do Papagaio, onde o calendário já está atrasado. As aulas que começariam no dia 19 de janeiro vão voltar apenas em 1º de fevereiro, no formato remoto. O retorno presencial foi adiado para março, quando a situação deve estar normalizada. Alguns bairros continuam alagados em São Miguel do TO Reprodução Medida semelhante já tinha sido tomada pela Governo do Tocantins com relação a rede estadual, que também só deve retomar as aulas no dia 14 de fevereiro. Além das enchentes, o adiamento nas escolas estaduais se deve ainda a preocupações com a Covid-19, já que o índice de contaminação voltou a subir no estado. A Defesa Civil vem registrando melhora na situação dos alagamentos, com a maioria dos rios começando a baixar no estado. Mesmo assim, quase três mil pessoas seguem fora das próprias casas em razão das chuvas fortes registradas entre a virada do ano e os primeiros 20 dias de janeiro. Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Guarda Costeira dos EUA procura 39 desaparecidos em naufrágio no litoral da Flórida

Autoridades suspeitam que o barco tenha virado durante uma operação de tráfico de pessoas. Guarda costeira dos EUA busca 39 desaparecidos em um naufrágio no litoral da Flórida A Guarda Costeira dos Estados Unidos está procurando 39 pessoas que desapareceram depois de um naufrágio no litoral da Flórida. As autoridades suspeitam que o barco tenha virado durante uma operação de tráfico de pessoas. Um sobrevivente encontrado na terça-feira (25) disse que o barco deixou uma das ilhas do arquipélago das Bahamas no sábado (22) à noite, que nenhum passageiro usava colete salva-vidas e que ele sobreviveu por ter se agarrado ao casco.

PGR afirma que proibição do uso de escutas para embasar acusações viola a Constituição

MP se manifestou em ação da Rede que tenta derrubar medida incluída pelo Congresso no pacote anticrime. No parecer, Aras diz que uso exclusivo pela defesa pode favorecer impunidade. Procuradoria-Geral da República (PGR) afirmou ao Supremo Tribunal Federal nesta quarta-feira (26) que a mudança na legislação que limitou o uso de escutas ambientais – conversas gravadas – eem processos judiciais fere a Constituição Federal. A medida, incluída pelo Congresso no pacote anticrime, proíbe que esse recurso de gravação seja usado pela acusação em um processo penal – mas autoriza o uso do mesmo recurso pela defesa dos réus. O parecer da PGR foi apresentado no âmbito de uma ação do partido Rede Sustentabilidade, que acionou o tribunal em abril de 2021 contra essa regra diferenciada para os recursos da acusação e da defesa. No documento, o procurador-geral Augusto Aras afirma que a medida "tem potencial de geral impunidade de ofensores". "Invalidar gravações ambientais ou desprezá-las quando verificada integridade das provas, apenas por serem usadas pela acusação e não pela defesa, mostra-se incompatível com o princípio da igualdade, inviabiliza a paridade de armas no contexto do processo penal e tem o potencial de gerar a impunidade de ofensores para cuja resposta estatal é imperiosa", diz Aras. "Desse modo, o emprego da captação ambiental realizada por um dos interlocutores, tanto em matéria de defesa quanto com vistas à elucidação criminosa por parte da acusação, comprovada a justa causa e a higidez do material, é medida que promove o interesse público e a persecução penal justa", completa. O PGR ressaltou ainda que este tipo de captação de informações pode ser usado para o combate a crimes cometidos contra vulneráveis. "Especialmente em contexto de vulnerabilidade, a captação de imagens e sons pela vítima também merece ênfase. Estupro de vulnerável, maus-tratos a idosos, violência doméstica e familiar contra a mulher são condutas criminosas que ocorrem às escondidas. Não são crimes de rua cuja elucidação ocorre por técnicas comuns de investigação – oitiva de testemunhas oculares, gravação por câmeras de segurança, busca e apreensão", afirmou Aras. Pacote anticrime: para juristas, escutas ambientais vão ser analisadas caso a caso Histórico O texto diz que a captação ambiental feita por um dos interlocutores, sem o prévio conhecimento da autoridade policial ou do Ministério Público, poderá ser utilizada em matéria de defesa, quando demonstrada a integridade da gravação. O presidente Jair Bolsonaro tinha vetado o trecho, mas os parlamentares ressuscitaram parte desses dispositivos anulados, incluindo a restrição ao uso das gravações. O pacote anticrime foi aprovado pelo Congresso em 2019. O trecho que limita o uso das gravações ambientais não estava no texto original, e foi incluído pelos senadores e deputados durante a tramitação. Ao sancionar, Bolsonaro vetou essa regra atendendo a um pedido do então ministro da Justiça, Sergio Moro. Relembre a sanção no vídeo abaixo: Presidente Bolsonaro sanciona, com 25 vetos, pacote anticrime Ao justificar o veto, o presidente alegou que a proposta do Legislativo, ao limitar o uso da prova obtida mediante a captação ambiental apenas pela defesa, contraria o interesse público. Isso, porque uma prova não deveria ser considerada lícita ou ilícita unicamente em razão da parte que beneficiará, sob pena de ofensa ao princípio da lealdade, da boa-fé objetiva e da cooperação entre os sujeitos processuais. No veto, o governo também defendeu que proibir o uso das gravações na acusação de um réu representaria um retrocesso legislativo no combate ao crime. Segundo especialistas, a nova regra teria potencial para prejudicar a análise de processos envolvendo abuso a menores e idosos, violência doméstica, além de casos de corrupção. A ação da Rede No STF, a Rede afirma que a nova lei aprovada pelo Congresso contraria o entendimento dos tribunais superiores, entres eles o próprio Supremo, que admite utilização como prova da infração criminal a captação ambiental feita por um dos interlocutores, sem o prévio conhecimento da autoridade policial ou do Ministério Público, quando demonstrada a integridade da gravação. Na ação, o partido defende a necessidade de o Supremo diminuir os "danos que tal alteração na legislação poderá causar em toda a sociedade brasileira em decorrência da potencial redução no já baixíssimo nível de condenações nas ações criminais em relação aos crimes cometidos no país". A sigla diz ainda que a captação ambiental é essencial para a comprovação de fatos criminosos. "Graves crimes contra a administração pública podem ter solução encaminhada com esta prova, já que muitas vezes são pessoas que participam do esquema criminoso que denunciam os fatos, gravando seus antigos comparsas e levando as provas à polícia, obtendo, até mesmo, os benefícios de sua conduta", sustenta a Rede. "O próprio erário público, portanto, fica prejudicado com a citada mudança, uma vez que deixará de ser possível utilizar a captação ambiental por um dos interlocutores sem autorização judicial em casos como os de concussão, corrupção e prevaricação, por exemplo. Quanto de recursos públicos deixarão de ser recuperados em face da não utilização de tais provas? Com certeza, muito", completa. A Rede aponta que a nova norma viola princípios constitucionais, como o da igualdade, "ao suprimir da investigação criminal importantíssimo meio de prova". "Afinal, poderá o infrator utilizar, como meio de defesa, prova produzida de determinada forma, mas não poderá um cidadão alvo de criminosos utilizar prova produzida exatamente da mesma forma para comprovar que está sendo vítima de infratores", ressalta.

Instituições assumem hospitais e unidades de saúde em Canoas após fim de contrato com terceirizada


Empresa foi alvo de ações judiciais e teve oito pessoas denunciadas pelo Ministério Público. Número de funcionários deve diminuir. Prefeitura de Canoas diz que irá pagar funcionários da saúde Chegou ao fim a chamada "Era Gamp" na gestão da saúde de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública, empresa terceirizada que era responsável pela contratação dos funcionários dos hospitais Universitário e de Pronto-Socorro, além de outros órgãos de saúde do município, terá suas atividades encerradas nesta quinta-feira (27). Com o fim do Gamp, quatro outras instituições assumem a gestão de oito equipamentos de saúde da cidade. Veja a lista abaixo. Os 3.050 funcionários demitidos no início do ano só poderão retornar às suas atividades caso sejam recontratados pelos novos gestores, o que não é garantido. O número total de funcionários a partir de agora deve ser de 2.134 pessoas. O prefeito de Canoas, Jairo Jorge, afirmou que contratações foram feitas em quantidade maior do que a necessária, além de ter havido queda no número de procedimentos realizados nos hospitais. "Os processos seletivos estão em curso. De 92% a 97% de quem já foi contratado são pessoas que já estavam trabalhando. Garantimos um acordo com o sindicato médico, para que os médicos que têm carteira assinada tenham os valores e a forma de contratação mantidos", garantiu Jairo Jorge, em entrevista coletiva realizada na tarde desta quarta (26). O prefeito também afirmou que não haverá interrupção no atendimento médico da cidade. "O sindicato me garantiu assim", disse. Prefeito Jairo Jorge anunciou medidas em entrevista coletiva nesta quarta (26) Alisson Moura / Prefeitura de Canoas Novas gestões Os oito equipamentos de saúde que eram geridos pelo Gamp passarão para o comando da FUNAM (Fundação Educacional Alto Médio São Francisco), do ACENI (Instituto de Atenção à Saúde e Educação), da Biogesp (Associação de Gestão e Execução de Serviços Públicos e Sociais) e do IBSaúde (Instituto Brasileiro de Saúde, Ensino, Pesquisa e Extensão para o Desenvolvimento Humano). A instituição FUNAM assume a gestão do Hospital Universitário de Canoas (HU), o ACENI passa a gerir o Hospital de Pronto Socorro Prefeito Dr. Marcos Antonio Ronchetti, a Biogesp fica à frente das UPAs Hugo Simões Lagranha e Liberty Dick Conter, enquanto o IBSaúde administrará os CAPS Recanto dos Girassóis, Travessia, Novos Tempos e Amanhecer. Empresa foi alvo de ação judicial O GAMP já foi alvo de investigação do Ministério Público. Em 2018, oito pessoas foram denunciadas pela Promotoria de Justiça de Canoas e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) por participação em organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro envolvendo o contrato do grupo com a prefeitura de Canoas. Um comitê interventor assumiu a administração de oito entidades previamente geridas pelo GAMP até o fim do contrato com a empresa, em 29 de janeiro de 2022. A partir do dia 27 de janeiro, as quatro novas instituições assumirão a gestão das entidades de saúde. Gamp administra uma UPA, quatro UBSs e dois hospitais de Canoas Reprodução/RBS TV VÍDEOS: Tudo sobre o Rio Grande do Sul

Voo com mais de 200 brasileiros deportados dos EUA, incluindo crianças, chega a BH

Foi o maior número de deportados em um único voo. Entre os 211 deportados, havia 90 crianças e adolescentes, todos acompanhados por pelo menos um dos pais ou responsável. Voo com mais de 200 brasileiros deportados dos EUA, incluindo crianças, chega a BH Mais de 200 brasileiros que tentaram entrar ilegalmente nos Estados Unidos chegaram nesta quarta-feira (26) ao Brasil. Foi o maior número de deportados em um único voo. O avião pousou no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte às 13h30. Entre os 211 deportados, havia 90 crianças e adolescentes, todos acompanhados por pelo menos um dos pais ou responsável. Os deportados só foram liberados quase quatro horas depois da chegada ao Brasil. Todos foram interrogados logo assim que desembarcaram. Policiais federais e comissários da infância e juventude querem saber em que circunstâncias as crianças e os adolescentes chegaram aos Estados Unidos. “Existe um esquema denominado ‘cai-cai’, que se utiliza de menores de idade para facilitar a imigração ilegal de outras pessoas para os Estados Unidos. Verificar se houve alguma falsificação de documento, que levou inclusive a alguma falsidade nos passaportes, e investigar também se essas crianças são realmente filhas daqueles que se apresentam como responsáveis”, diz o delegado da Polícia Federal Daniel Fantini. Um homem estava com a mulher e a filha de 8 anos. Ele contou que enquanto esteve sob responsabilidade das autoridades americanas ficou afastado da família: “Foi dolorido, porque chega lá, separa. Eu não vejo ela, fica com a mãe dela para um canto, eu fico para o outro. Não vê ninguém. Chamou a gente lá na hora de deportar, foi aí que eu a vi”. Do fim de 2019, quando o governo mudou a política de trato de cidadãos no exterior, já foram 51 voos vindos dos Estados Unidos trazendo brasileiros expulsos por tentaram entrar ilegalmente naquele país. Ao todo 3.831 pessoas. O voo desta quarta trouxe o maior número de deportados de uma só vez. “Não é nada do que as pessoas falam. Não aconselho ninguém ir. E se eu soubesse que fosse assim, não teria voltado”, conta um dos deportados.

Videogame e celular são achados em cela de policial penal que matou vendedor de picolé no Acre


Equipes da UP4, antiga Papudinha, fizeram revista de rotina e acharam material proibido dentro da cela de Alessandro Rosas, preso pela porte do picolezeiro Gilcimar da Silva Honorato. Material foi achado dentro da cela do policial penal Alessandro Rosas Lopes Arquivo Equipes da Unidade Prisional 4 (UP4), antiga Papudinha, em Rio Branco, acharam um videogame e um celular dentro da cela do policial penal Alessandro Rosas Lopes, preso pela morte do vendedor de picolé Gilcimar da Silva Honorato, de 38 anos, em dezembro de 2020. Foi achado também um carregador de celular e dois controles de videogame. O material proibido foi encontrado durante revista de rotina na tarde desta quarta-feira (26). A direção do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) informou que o preso será encaminhado para o presídio de segurança máxima Antônio Amaro para cumprir isolamento preventivo. "As medidas adotadas serão: vai ser aberto um procedimento para a conduta do detento, no qual não poderia estar com esse tipo de material e um segundo processo administrativo para apurar as circunstâncias em que esses materiais chegaram até a posse do apenado", explicou o diretor-presidente do Iapen-AC, Arlenilson Cunha. LEIA MAIS: Policial penal que matou vendedor de picolé no AC tem mais um pedido de liberdade negado pela justiça No AC, policial penal é suspeito de matar picolezeiro com dois tiros após discussão em bar Câmara Criminal nega habeas corpus a policial penal que matou vendedor de picolé com tiro nas costas no Acre Polícia faz reconstituição da morte de vendedor de picolé baleado por policial penal no Acre Videogame foi achado dentro da cela do policial penal Alessandro Rosas Lopes Arquivo Denúncia O crime ocorreu no dia 12 de dezembro de 2020, no Conjunto Esperança, em Rio Branco. O inquérito sobre o crime foi encaminhado à Justiça no mesmo mês e a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Acre (MP-AC) no dia 12 de janeiro. O processo corre na 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar. A denúncia acusa Lopes por homicídio por motivo torpe e recurso que impossibilitou a defesa da vítima e crime hediondo. Na denúncia, o MP aponta que, segundo os autos, nos momentos em que antecederam a morte do vendedor de picolé, ele e o policial discutiram dentro de um bar, o que motivou a vítima a se armar com uma faca. “Somente depois de ser esbofeteado pelo denunciado, veio a investir contra ele, atingindo o ombro, provocando a lesão de natureza leve e empreendendo fuga em seguida. Por sua vez, enquanto a vítima já se encontrava em fuga, o denunciado buscou uma arma de fogo em seu veículo e iniciou uma perseguição à vítima, vindo a alcançá-la, efetuando contra ela dois disparos na região posterior do corpo (costas)”, destacou o promotor na denúncia. Em junho de 2021, a defesa do policial fez um pedido de reconstituição. Na reprodução da cena do crime, que ocorreu no dia 12 de agosto do mesmo ano, foram refeitos todos os passos relatados pelas testemunhas e também pelo acusado. Crime ocorreu em dezembro de 2020 no Conjunto Esperança, em Rio Branco Arquivo/Polícia Civil Pedidos de liberdade negados O policial teve mais um pedido de liberdade negado pela Câmara Criminal de Rio Branco em agosto do ano passado. No dia 5 de março de 2021, a Câmara Criminal negou novamente, por unanimidade, o pedido de habeas corpus feito pela defesa do policial penal. O relator da matéria, desembargador Pedro Ranzi, pontuou que a prisão preventiva imposta ao policial está “devidamente fundamentada” e, segundo o magistrado, se apresenta como “adequada, útil e necessária”. O pedido liminar de habeas corpus já havia sido negado pela Câmara Criminal no último dia 8 de fevereiro. No julgamento, o voto do relator foi acompanhado pelos demais magistrados. O policial segue preso no Batalhão de Operações Especais (Bope). Alessandro foi preso por matar um vendedor de picolé em dezembro de 2020 Arquivo pessoal Vídeo do policial perseguindo vítima Na época, a produção do Jornal do Acre 1ª edição conseguiu ter acesso às imagens da câmera de segurança que registrou parte da movimentação em frente ao bar onde o policial matou o picolezeiro. Nas imagens, é possível ver que Gilcimar chegou ao bar às 9h do dia 12 de dezembro de 2020. Logo depois, o policial penal chega em um carro vermelho acompanhado de um amigo. Por volta das 09h50, há uma movimentação na entrada do bar. Gilcimar sai e pega algo que a polícia acredita ser faca no carrinho de picolé, quando ele volta para entrada do bar, leva um tapa do policial penal e reage, o ferindo no ombro. Em seguida, o picolezeiro sai correndo e some das imagens. Já Alessandro, sai do bar, vai no carro, pega a arma, e começa a perseguir a vítima e some das imagens. Exclusivo: Vídeo mostra momento em que policial penal persegue e mata picolezeiro Menos de dois minutos depois, ele volta ao bar acompanhado de outro rapaz, logo em seguida, as imagens registram correria e um tumulto na região da rua aonde o policial atingiu o picolezeiro. Alessandro e a pessoa que estava com ele entram no carro e saem em alta velocidade, quase atingindo um carro que estava parado próximo ao local. Às 10h, as pessoas do bar guardam o carrinho do picolezeiro. Imagens mostram Gilcimar chegando no bar antes de ser morto por policial penal Reprodução VÍDEOS: G1 em 1 Minuto

Policiais são recebidos a tiros na Sapiranga, bairro onde ocorreu chacina em Fortaleza; dois suspeitos são capturados


Os agentes da Polícia Militar não foram atingidos pelos disparos e estão bem. Com a dupla foram apreendidos um revólver calibre 38 e uma pistola ponto 40. Dois suspeitos são capturados após trocar tiros com equipe da Polícia Militar no Bairro Sapiranga. Reprodução/TV Verdes Mares Um jovem de 24 anos e um adolescente de 17 foram capturados, na noite desta terça-feira (25), após uma troca de tiros com policiais no Bairro Sapiranga, em Fortaleza. Os disparos foram feitos quando os agentes faziam um patrulhamento de rotina na região. Compartilhe esta notícia no WhatsApp Compartilhe esta notícia no Telegram O suspeito de 24 anos possui antecedentes criminais, mas não foi detalhado sobre quais crimes ele responde. Com a dupla foram apreendidos um revólver calibre 38 e uma pistola ponto 40. LEIA TAMBÉM: Adolescentes fazem motorista de app refém e praticam assaltos a bordo do carro em Fortaleza; dupla foi capturada Granada e sete armas de fogo são apreendidas com grupo criminoso na Grande Fortaleza; cinco foram capturados Os policiais não foram atingidos pelos disparos e estão bem. O procedimento foi encaminhado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), no Bairro São Gerardo, em Fortaleza. O bairro onde aconteceu a troca de tiros nesta terça é o mesmo onde foi registrada uma chacina no último dia 25 de dezembro. Na ocasião, cinco pessoas foram assassinadas e seis feridas em um campo de futebol durante uma confraternização de natal. Suspeitos viram réus 23 denunciados na chacina da Sapiranga viram réus em Fortaleza. Arnaldo Araújo/Sistema Verdes Mares As 23 pessoas denunciadas pelo Ministério Público do Ceará por envolvimento na chacina do Bairro Sapiranga viraram réus nesta segunda-feira (24). A denúncia foi recebida pela 1ª Vara do Júri de Fortaleza. O crime aconteceu na madrugada do último dia 25 de dezembro. Cinco pessoas foram assassinadas e seis ficaram baleadas na chacina ocorrida no bairro. Segundo policiais militares, as vítimas celebravam confraternizações natalinas em um campo de futebol quando criminosos armados dispararam vários tiros. Dez pessoas já estão presas suspeitas de envolvimento no caso, e outras 13 estão foragidas. Os réus têm dez dias para responder por escrito à acusação da Justiça cearense. O Judiciário aceitou também o pedido para incinerar as drogas apreendidas junto aos suspeitos capturados. Chacina no Bairro Sapiranga deixou cinco mortos e foi a sétima em 2021 no Ceará. Fabiane de Paula/SVM Assista às notícias do Ceará no g1 em 1 Minuto

Suposto envolvido na execução de sargento da PM é morto por policiais no PA


Ação policial foi na manhã desta terça-feira (26) em Bragança, nordeste do estado. Sargento da PM é morto a tiros em Bragança, no Pará. Reprodução / Redes Sociais Um suposto envolvido na execução de sargento da Polícia Militar, Milton Carlos Silva de Menezes de 41 anos, foi morto a tiros por policiais em Bragança, nordeste do Pará. Este é o segundo caso de assassinato contra policial militar em 24 horas no Pará - outro foi morto em Icoaraci, distrito de Belém, nesta terça. Segundo a polícia local, o homem suspeito foi identificado como "Orlandinho". Os outros três envolvidos na morte de Milton Carlos seguem foragidos. A ação policial ocorreu na manhã desta terça (26). Segundo os policiais, o homem estava em área de mata entre os quilômetros 14 e 15 da rodovia BR-308, que liga Bragança à Capanema. A Polícia não deu detalhes de como ocorreu a abordagem, mas disse que o rapaz foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Em nota, a polícia disse que diligências continuam sendo realizadas na região para localizar os outros criminosos. O crime Câmera registra execução de sargento da PM em Bragança, no Pará. O sargento Milton Carlos foi executado a tiros na porta da casa onde mora em Bragança. Uma câmera de segurança registrou o ataque, ocorrido em plena luz do dia de terça-feira (25) - veja no vídeo acima. As imagens sugerem que a arma do policial foi levada, mas ainda não há confirmação oficial. Ainda de acordo com as imagens, a vítima havia acabado de parar, quando um homem atira de dentro de um carro preto. A vítima cai no chão - o vídeo foi suprimido pela reportagem. Em seguida, outros três descem, todos armados, também atirando. Segundo informações preliminares da Polícia, o policial foi atingido por, ao menos, dez tiros. Ele morreu no local do crime. O sargento Milton Carlos atuava há 16 anos na corporação e tinha comportamento excepcional, segundo a PM. MAIS VÍDEOS com notícias do Pará: Veja outras notícias no plantão g1 PA

Interdição de duas rodovias que ligam MG ao ES causa prejuízo diário de milhões de reais

Os desvios em função dos estragos provocados pelas chuvas representam, em média, 500 quilômetros a mais para o frete de mercadorias na região central de Minas. As grandes empresas do Vale do Aço estão gastando cerca de R$ 2 milhões por dia com o transporte. Interdição de estradas causa prejuízo diário milionário em MG A interdição de duas rodovias que ligam Minas Gerais ao Espírito Santo está causando um prejuízo diário de milhões de reais. Quem sai de Belo Horizonte já vê o aviso na estrada: a BR- 262, no sentido Vitória, está totalmente interditada na altura de Abre Campo. E quem segue pela 381, em direção a cidades do Vale do Aço, também vai ter problema. Ficou mais difícil para a engenheira orçamentista Cleidiane Gomes ver o marido. Ela trabalha em BH, e Marcelo fica em Ipatinga. Os dois estão, agora, a cerca de oito horas de distância. “Passar por uma estrada de chão que é pouco movimentada. Por isso ela também não é tão boa, e aí correr o risco de carro estragar, pneu furar, eu ficar sozinha numa estrada de chão, para chegar até minha casa”, diz Cleidiane Gomes. Dnit retoma obras de desvio na BR-381, em Minas Gerais; rodovia está interditada há 12 dias Em menos de um mês, mais de 700 ocorrências causadas pelas chuvas são registradas em rodovias de MG BR-381, em Nova Era, é totalmente fechada após asfalto 'estufar' e placas se soltarem; VÍDEOS Cleidiane passava por um trecho da 381, na altura da cidade de Nova Era, para encontrar o marido em Ipatinga. O asfalto estufou depois de um deslizamento de terra provocado pelas últimas chuvas. Do alto, é possível ver que vai ser preciso muito trabalho para recuperar a pista. As interdições e os desvios que precisam ser feitos por causa dos estragos em rodovias que cortam Minas Gerais mexem com a vida de muito mais gente Cerca de 20 caminhões de uma transportadora passam, todos os dias, pelas BRs 381 e 262, levando mercadorias para o nordeste do Brasil e o Espírito Santo. “Tem o tempo de viagem, mas também tem o impacto do custo. Então, somado a essa quantidade de veículos mais o desvio, a gente tem aproximadamente quase 100 mil quilômetros extras rodados em função desses desvios”, afirma Éverson Lima, gerente de transportadora. A Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) fez os cálculos. Os desvios representam, em média, 500 quilômetros a mais para o frete de mercadorias na região central do estado. As grandes empresas do Vale do Aço estão gastando cerca de R$ 2 milhões por dia com o transporte. “A indústria, todo o setor produtivo, depende de matéria-prima, depende de entrada e saída de produtos, e ao inflacionar, aumentar esse custo da produção, ele é repassado ao produto, onde o usuário final é afetado, sem dúvida nenhuma, e paga essa conta”, explica Luciano Araújo, presidente Fiemg/Vale do Aço. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que orienta os usuários a usarem desvios e que trabalha para uma solução definitiva dos trechos interditados. Sem o trânsito normal na BR-381, um restaurante na beira da pista perde a clientela. As mesas esvaziaram, e o dono, Anderson Faria Castro, já está tendo que rever o quadro de funcionários. “Tem que resolver o quanto mais rápido, senão, infelizmente, vai gerar muito desemprego, tanto aqui para gente como para os outros restaurantes, oficinas, mecânicas, borracharias”, declara Anderson Faria Castro.

VÍDEOS: JL2 quarta-feira, 26 de janeiro de 2022


Confira o telejornal. Confira o telejornal.